Ocorreu um erro neste gadget

26 janeiro 2009

DESIGN TOMA SEU ESPAÇO NO MERCADO PERNAMBUCANO

(publicado em 26.01.09)

Atividade ganha status, leva criatividade às empresas e aumenta número de profissionais em atuação. Segmento quer se inserir na economia

A 9ª Bienal Brasileira de Design Gráfico será realizada entre 7 de março e 30 de maio de 2009, no Centro Cultural São Paulo (São Paulo-SP), sob o crivo de vários curadores e com dezenas de designers participantes do país inteiro. O tema é Anatomia do design e as categorias se espalham em diversas subdivisões.

Ao todo, são 291 projetos selecionados. Dois deles, Castro - Comunicação Integrada e Castro: Portifólio Empresarial, levam a assinatura do escritório pernambucano Eckhardt Design e estão inserido no nicho Design Propulsor da Economia. Ou seja, acabam por ganhar status e reconhecimento as relações entre uma profissão cuja ferramenta-chave é a criatividade e a economia de qualquer estado.

"Tivemos altos e baixos, mas esse é um setor em que fomento dá retorno" Ricardo Peixinho, sócio da Multi Design

Em Pernambuco, há muito o design tem se aproximado da economia, mas ainda faltam alguns passos para uma interação mais profícua. "Nunca houve um estudo da cadeia produtiva do design. E é necessário. Basta olharmos que, até 2004, só havia o curso da UFPE, de onde saíam 60designers por ano. Hoje, são 650 alunos em 8 instituições de ensino, em 12 cursos diferentes. Se está havendo uma oferta de cursos, é de se imaginar que o mercado de trabalho está contratando", pensa Dida Maia, presidente da Associação Profissional de Designers Gráficos de Pernambuco, a APD. Com o estudo, o mercado para o design - gráfico, web, têxtil, móveis - pode ser mais respeitado. "Ao sabermos nossas forças e fragilidades, poderemos atuar mais objetivamente", complementa Maia.

Leia na íntegra: www.diariodepernambuco.com.br/2008/12/28/economia6_0.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails