Ocorreu um erro neste gadget

26 janeiro 2010

AQUI A CONVERSA É AO GOSTO DO FREGUÊS!

(publicado em 26.01.10)

Por Cátia Martins

Ai, sufoco!

Preciso de inspiração para escrever e quando os prazos vão-se, e me deixam aqui, chego a ficar meio desesperada. Aí, procuro essa danada em todos os cantos. Nas conversas dos amigos, no noticiário, nos e-mails que recebo, numa música, qualquer coisa que me sirva como a ponta do novelo.

Dessa vez ela me apanhou na cozinha. Fazendo uma salada.

Descobri que preparar saladas é uma coisa que me dá prazer. Faço Bem! Até invento receitas! A família adora (mesmo os menos chegados) e os amigos chegam a me deixar vaidosa com tantos elogios. Lindas, minhas saladas são lindas!

Mas dessa vez, minha nova atividade me fez pensar em empreendedorismo. “Poxa, se faço tão bem, podia deixar de lado esse negócio de ser publicitária e abrir um restaurante especializado em saladas”, pensei.

Você sabia que o Brasil há muito tempo tem um dos maiores índices de empreendedorismo do mundo? Que as condições para empreender e a qualidade dos empreendimentos no país estão melhorando e que estudos do SEBRAE confirmam que hoje, oito em cada dez pequenas e microempresas sobrevivem até o segundo ano de vida? Eu já teria uma perspectiva positiva.

Mas como disse, a inspiração era somente a ponta do novelo. Passei a me perguntar por que aquilo me dava tanto prazer e por que eu fazia tão bem. Parei para pensar como montava as saladas. Combinavas sabores e cores. E quanto mais colorida, mas me empolgava e mais agradava aos meus “clientes”. Tá, todo mundo sabe que quanto mais colorido for o prato, maior quantidade de nutrientes a ser ingerido e que o estímulo visual tem muita influência no apetite, mas não era só isso... Continuei então a puxar a ponta do novelo e... Eureka!

Estava colocando em prática meus dotes de publicitária gente! A aplicação da cor em publicidade e em saladas! Aplicando o que aprendi em outra atividade, mas com a mesma finalidade.

Como na publicidade, utilizei esta técnica para manipular e atrair a atenção do meu público alvo, estimulando a “compra” de meus produtos.

De acordo com estudos de psicologia, a utilização das cores na publicidade ou como parte da identidade corporativa de uma empresa, e agora, de uma salada, constitui um dos códigos de comunicação não-verbal mais certeiros e efetivos!

Nesse ponto do texto, não ficarei despontada com o caro leitor se ele estiver a se perguntar: De que mesmo essa criatura está falando?

Nutrição, empreendedorismo, ou comunicação?

Isso é você quem vai decidir. Aqui, a conversa é ao gosto do freguês.


--


Cátia Martins, virginiana, solteira. Formada em Publicidade e Propaganda pela Ucsal e pós-graduada em Marketing pela UNIFACS. Curiosa e sempre em busca de novas experiências. @catiamartinss

Um comentário:

Related Posts with Thumbnails