Ocorreu um erro neste gadget

30 dezembro 2010

FIM DE DÉCADA! E CONTANDO A NOVA...

Por Suria Neiva

2010: Uau, fim da primeira década do milênio e o momento zero da chamada Geração Y, ou a Geração Next, ou Millenial, ou Eco-Boommers, ou... Quem se importa?

Aparentemente, a atitude geral da turma nascida entre 1980 e 2000, é bem essa; “quem se importa?” Esses conceitos de geração, é só checar no Google, são extremamente importantes para rotular padrões de consumo. Ok, isso de checar no Google é bem “Y-er”, mas enfim. Vcs estão me lendo num blog, e esse realmente é um fator claro da Geração Y, as tecnoprints estão em nossos dedos e mentes.

Outro ponto: conseguir mais dados, em pessoas de culturas diferentes, que em outras gerações. E dialogar (já ouviram falar da Razão Comunicativa?). A velocidade da informação é patente, o espaço de produção e o espaço das ideias se fragmentaram em todas as direções – e também os rótulos, os “labels”. Dos “abstratos” aos logos que fazem um produto vender, me parece que os rótulos estão tão onipresentes e onipotentes que... serão destronados no principal, sua essência. O Rei está morto - longa vida ao Rei.

Em fevereiro, Toronto acolheu um evento do Fashion International Group, com o provocativo e brilhante título, “Y They Buy”, que pode ser lido como “porque eles compram” e “Geração Y, eles compram”. É nessa atitude classificada como “descompromissada” pelos analistas de mercado, que se nota a emergência cultural de um novo fenômeno, já há muito claro no mundo da Moda: o tempo de vida ou o tamanho do passivo da empresa, não são mais sinônimos da solidez de um meme – se for fashion, nem se fala.

A sua vizinha, eu ou você, podemos produzir os it-dreams de semana que vem. Na outra, não mais. Mas no mês seguinte, se for o caso, quem sabe. O fim do fiel freguês já foi declarado. O pesadelo das corporações que nem todas as fusões do mundo impediram de acontecer. Sim, sim, sim!

E sim, a variabilidade de estilos, tendências e discursos visuais estão enlouquecendo todo mundo que buscava paz de espírito (sic) em se vestir “como está na moda” da estação. Ah, qual delas: Nude/Camelo hoje, Flúor Colors amanhã; Tribal, Tecnotecidos, Pin-Ups. Regional/Artesanal, Animal Prints, War trends. Total Black em versão Rendas, Punk, and so on; Off White; estamparia Fantasy ; Vintage, Sailor e alfaiatarias anos 30/40… (Respire)...inda tem mais. Do folk-country texano, aos Maxiflorais, ao Full Jeans e até suprematismos “pop-gaga” em pret-a-porter, acredite, tem muito mais só neste ano. Duvida? Olhe seu armário. Você não está mais presa num rótulo. Em vários? Em nenhum.

Talvez esse “descompromisso” seja um compromisso com o aqui-agora - incendiário para a Geração X e a dos Baby-boomers, que não se cansam de berrar coisas como “geração de inúteis”, “desmiolados”, “sem ideais”, “Design é bobagem”. Oi? Aham, Cláudia, sentaí.

Lembrei-me de uma jovem senhora que ficou me taxando de pró-estadunidense (sic) porque eu estava tentando fazê-la desistir de aplicar a ‘formuleta’ pronta da Guerra Fria a toda e qualquer coisa que ela visse na frente. Teve um momento que me dei conta: será que é só nisso que ela se agarra pra viver? Preto-e-branco, isto ou aquilo. Ai, Cecília Meirelles! Por quem te tomam!

A Moda é um termômetro – para quem se debruça a interpretá-lo. E acho tudo me livrar de rótulos! Pra quem conhece a ma-ra-vilhosa agenda Livro da Tribo: uma das suas frases printadas – e que o Google não me ajudou a creditar o autor, XD – de pura superação do maniqueísmo, + ou – assim: “ Não exorcizo meus demônios. Eu os eduquei bem e convivemos otimamente”. É muita classe!

Nova década, estamos ficando mais velhos e muito mais jovens. Vamos continuar derrubando sistemas virtuais (Wikileaks!uhul!), alicerçando práticas positivas “porque sim”, e porque não?, pavimentando novos sistemas reais, coletivamente – e ainda que gostemos de Divas: Tina Turner, do baú 80’s: “we don’t need another Heroes”!

Só se for o seriado, rs - mas eu inda prefiro Glee.


--


Suria Neiva é graduanda em Design pela UFBA, às voltas com suas últimas matérias de Projeto - ousando Design de Moda. Mãe de Caian, pequeno já fascinado por Design, se divertem discutindo projetos mirabolantes (para ele, tudo normal). Escreve seu blog de poemas, Águas de caneta. @SuriaNeiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails